segunda-feira, 24 de abril de 2017

Ciduca Barros e o centenário da chegada do BB ao RN

No início do Século XX, em consequência de incentivada política de integração econômica nacional, o Banco do Brasil definiu a estratégia de marcar a sua presença em todos os estados do Brasil. 
Surgiu então a 22ª dependência instalada no país e a primeira do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte, inaugurada no dia 14 de abril de 1917, curiosamente, um sábado. 
A incipiente agência iniciou as suas atividades no prédio de nº 3, da Avenida Tavares de Lira (esquina com a Rua Chile), e o seu quadro funcional constava apenas de quatro servidores.
Integrando-se às festividades do centenário da chegada do Banco do Brasil em Natal, o nosso colaborador Francisco de Assis Barros (Ciduca Barros) estará lançado festivamente, sexta-feira dia 28 de abril, o livro No Banco do Brasil de Antigamente.
O lançamento ocorrerá na sede social da AFABB-RN (Associação dos Funcionários Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte), situada à Av. Floriano Peixoto, nº 616, Centro – Natal-RN (por trás do antigo Cinema Rio Grande), no horário de 8h às 13h.
Assim como nos seus livros anteriores, essa nova obra literária do escritor seridoense Ciduca Barros narra as histórias cômicas ocorridas com clientes e funcionários do Banco do Brasil de outrora – inclusive fatos engraçados ocorridos em agências do Banco no Seridó Potiguar (Caicó e Currais Novos).
O livro tem 100 capítulos e mais de 150 causos.
Falando ao Bar de Ferreirinha, Ciduca Barros disse: 
Quando nós, carinhosamente, intitulamos o banco da nossa geração de Banco do Brasil de Antigamente, não estamos querendo fazer um paralelo com o Banco do Brasil de hoje, nem tampouco criar uma polêmica com os seus atuais funcionários, que são tão leais e competentes quanto fomos nós, servidores do passado. Chamamos de Banco do Brasil de Antigamente porque aquele de outrora foi a instituição que nós conhecemos, aquela foi a antiga entidade em que nós trabalhamos por mais de 30 anos e porque foi naquela velha e honrada instituição que vimos, ouvimos, vivemos e vivenciamos centenas de 'histórias divertidas', ocorridas com colegas e clientes. Histórias engraçadas que aconteceram porque o nosso Banco do Brasil de Antigamente era eficiente, social, útil, além de muito alegre”.
O livro custará apenas R$ 30,00 (trinta reais), acrescido de R$ 9,00 (nove reais) se houver custo postal, e poderá ser remetido para qualquer parte do país, com os pedidos efetuados através do e-mail: ciducabarros@hotmail.com

Pergunta e resposta fela da puta


       -O QUE O SACI FALOU PRA

                    NAMORADA?

             -AMOR, FICA DE TRÊS! 
             



Classificado

Resultado de imagem para pra rir ou chorar


Mentira

O casal João Santana e Mônica Moura vai confirmr
ao Juiz Moro na delação premiada que pagava ao cabeleileiro Celso Kamura 10 mil reais por mês par dar um trato na imagem de Dilma.

  SÓ PODE SER SACANAGEM.

                                                   
                                               

                          dilma veia

                 
               


Quadrilha

Imagem relacionada

Filosofia

Fernando Correia



Talvez por ler demais filosofia
aquela adolescente graciosa
ficou feia, ficou triste, ficou fria,
perdeu o fresco encanto de uma rosa.

Afundou-se-lhe o peito em agonia
na arca das costelas de onde a prosa
deu ordem de despejo à poesia
para viver da fama palavrosa.

A vagina se cobriu de estéreis teias,
secamente fodida por ideias,
rejeitando do Amor as ternas artes

e hoje ao vê-la sombria quando passa,
sem cu nem mamas, eu maldigo a raça
dos Kants, Lockes, Hobbes e Descartes.

Lascou tudo

Imagem relacionada


Dentadas

" Ser bom não é sinônimo de ser idiota. Ser bom é uma virtude que alguns idiotas não entendem."
                                    Caco Dentão

                               

Pra seu governo

WhatsApp Image 2017-02-22 at 16.07.18

domingo, 23 de abril de 2017

Severino Carestia


Ciduca Barros

Esta história jamais poderia ocorrer nos dias atuais. 
Com estradas asfaltadas e carros modernos e velozes, a impressão que se tem é que as distâncias ficaram reduzidas.
Assim, as pessoas que residem no Seridó podem sair de suas cidades após o café da manhã, resolver os seus assuntos em Natal (ou Campina Grande) e voltar para jantar em casa. Antigamente, sem as condições atuais, a coisa era diferente. O morador do Seridó partia antes do nascer do sol, tomava o café da manhã num hotel qualquer do caminho e, quando muito, conseguia chegar em sua casa noite alta. 
Então, naquela época difícil, um cidadão tinha um pequeno restaurante numa cidade do Seridó onde muitos viajantes, à procura de Campina Grande, faziam suas refeições.  Severino Carestia era o seu nome, que, logicamente, dispensa explicações ao seu apelido. Aquele pequeno comerciante, principalmente para os desconhecidos, botava “pra lascar” nas contas.
Numa bela manhã, quatro sujeitos, que ele não conhecia, entraram no seu estabelecimento e pediram o café da manhã. Comeram e depois pediram a conta, pagaram e seguiram viagem. Seu Severino Carestia, que estava inspiradíssimo naquele dia, superfaturou a despesa. 
Na estrada, um dos viajantes caiu na real e comentou:
– Parece que aquele velho do restaurante nos roubou!
E os demais, depois de refazerem as contas, concordaram. Um deles bolou um revide e explicou aos demais:
– Na volta, vamos assustar aquele explorador. 
Passava das 18h quando seu Severino reconheceu o carro dos forasteiros parando em frente ao seu restaurante. 
Os sujeitos entraram, foram ao banheiro, lavaram as mãos, procuraram uma mesa de canto e, com o cabo dos revólveres à vista, pediram num tom de voz pouco amistoso:
– Jantar reforçado!
Os caras jantaram sempre de cara feia. Pediram outros pratos. Devolveram alguns, sob as mais diversas alegações, ou seja, acintosamente, abusaram. 
Severino, silente, cumpriu todas as reivindicações. Quando terminaram, um deles, alisando o cabo da sua arma, gritou:
– Traga a porra da conta, velhote!
– Já está paga – respondeu Severino, com a voz tremida. 
Os viajantes estranharam. Foi um copo de água fria na cabeça deles. E o mais exaltado perguntou:
– E quem pagou?
Severino Carestia, que não era bobo nem nada, sabendo o que tinha “aprontado” pela manhã e havendo percebido a provocação desde o início, humildemente, respondeu:
– Os senhores, hoje pela manhã quando passaram!

Escritor, funcionário aposentado do Banco do Brasil e colaborador do Bar de Ferreirinha

Piadinha cu de burro

Um peregrino pernoita na casa de uma viúva. 
No meio da noite, a viúva o procura, toda nua! 
Ele, com medo de pecar, foge e vai confessar-se. 
O padre diz-lhe: 
- Volte para casa e coma cinco quilos de capim. 
- Padre, o que é isso? Eu não sou um cavalo! 
- Mas é burro! Primeiro deveria ter comido a viúva e depois vindo confessar! Entendeu?

Premonição



Toques

Everaldo dos Santos 
Se alguém disser que você nunca fez nada de importante, não ligue. O mais importante já foi feito: você!
1 - "O mundo está nas mãos daqueles que têm coragem de sonhar e de correr o risco para viver seus sonhos."
2 - "O dinheiro faz homens ricos; o conhecimento faz homens sábios e a humildade faz homens grandes."

Sofrência

Resultado de imagem para ESTE É ALGUÉM


Secundário

Isabel Machado

No círculo
dos quatro cantos
no meio, nós
somos dois ou um?
Abrimos os corpos
as pernas, a vida
adentram os poros
a seiva
a cada subida
e cada entrega
rega
o suor de orgasmos
múltiplos
sem clímax...
O poder do toque
nas mãos
não qualquer um
mas aquele
não qualquer língua
mas a sua
não qualquer sexo
mas o tanto
possante que me adentra
saliva que alimenta
o gozo
extraordinário
que torna o auge
do ato
um ato
secundário.

Noticia atesta a popularidade de Temer e a honestidade de Lula

Gabriela Pugliese viaja 
para casamento, 
mas esquece 
o vestido de noiva!

Gabriela Pugliesi (Foto: Reprodução/Instagram)


Dentadas

Sempre que possível, converse com um saco de cimento. Nessa vida só devemos acreditar naquilo que um dia pode ser concreto.
Caco Dentão

Mensagem



sábado, 22 de abril de 2017

Tema

Eunice Arruda

Deliberadamente
utilizamos
todas as zonas erógenas
submissos

aos animais
que transitavam a pele
submissos
a nossa disponibilidade
imerecida
sacudida
por buzinas
chuvas repentinas confundindo
as marcas de um caminho já
percorrido

Deliberadamente
entre suor e grunhido
molhado
o ritual foi cumprido

Só então nos devolvemos.

Tem que ser melhor

Satirinhas - Quadrinhos, tirinhas, curiosidades e muito mais! - Part 89


Coisa simples

Lucas Gonçalves 

O mundo e seus valores produzem cada vez mais pessoas cheias de si e pobres de espírito.Uma venda é colocada gradualmente nos olhos.A necessidade do reconhecimento e de certo modo de ostentar as conquistas por meio de um status social popular e quase perfeito, às vezes pode sugar a importância das coisas simples.
Ainda bem que a felicidade não precisa de sofisticação.

Mesmo motivo

4evermente Engraçado


Mulher de verdade

Arnaldo Jabor

Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais (geralmente eles só existem na opinião dela), mas é uma ótima companheira de bebedeira. Pode até ser meio mal-educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas adora se divertir. Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema). Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade."


Gatinha safada

vontade-de-chupar1

Pedido

Resultado de imagem para PERGUNTAS FELA DA PUTA

É a sua

Resultado de imagem para PERGUNTAS FELA DA PUTA


sexta-feira, 21 de abril de 2017

Virou moda



Dica

gv068Bt
Se o seu vizinho tem um gato insuportável que não para de miar o dia inteiro, pelo menos existe uma forma muito cretina de se vingar: se tiver a possibilidade, quando ninguém estiver olhando dê ao animal algum tipo de carne com uma dose segura de laxante. O gato vai cagar pela casa dele inteira e, de quebra, você ganha algumas horas de sossego.




Serve?



Notícia que desvia o foco da crise política do Brasil

 Ex-BBB Viviam Amorim usa macacão já usado
por Marina Rui Barbosa.
Vivian usa macacão igual ao de Marina Ruy Barbosa